Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - Campus Sertãozinho
TwitterFacebook

Iniciação Científica

O que é Iniciação Científica?

A Iniciação Científica (IC) está vinculada a programas institucionais que tem como objetivo introduzir os estudantes à pesquisa científica. Em suma, a IC permite colocar o aluno desde cedo em contato direto com a atividade científica e engajá-lo na pesquisa. Nesta perspectiva, a IC caracteriza-se como instrumento de apoio teórico e metodológico à realização de um projeto de pesquisa, e constitui um canal adequado de auxílio para a formação de uma nova mentalidade no aluno. Em síntese, a IC pode ser definida como instrumento de formação.
A Iniciação Científica é um dever da instituição e não é uma atividade eventual ou esporádica. Isso é o que permite tratá-la como um instrumento básico de formação, ao passo que a bolsa de iniciação científica é um incentivo individual que se operacionaliza como estratégia exemplar de financiamento seletivo aos alunos vinculados a projetos desenvolvidos pelos professores do IFSP. Pode-se considerar a bolsa de iniciação científica como um instrumento abrangente de fomento à formação de recursos humanos. Nesse sentido, não se pode querer que todo aluno em atividade de IC tenha bolsa. Como consequência, é fundamental compreender que a iniciação científica é uma atividade bem mais ampla que sua pura e simples realização mediante o pagamento de uma bolsa.


Quais são os objetivos da Iniciação Científica

Em relação aos orientadores:
- Estimular pesquisadores produtivos a engajarem estudantes no processo acadêmico, otimizando a capacidade de orientação à pesquisa da instituição;
- Estimular o aumento da produção científica;
- Estimular o envolvimento de novos pesquisadores na atividade de formação;

Em relação aos alunos:
- Despertar vocação científica e incentivar talentos potenciais entre estudantes mediante sua participação em projetos de pesquisa, introduzindo o jovem no domínio do método científico;
- Proporcionar ao bolsista, orientado por pesquisador qualificado, a aprendizagem de técnicas e métodos, bem como estimular o desenvolvimento do pensar cientificamente e da criatividade decorrentes das condições criadas pelo confronto direto com os problemas de pesquisa;
- Despertar no bolsista uma nova mentalidade em relação à pesquisa.

Em relação à Instituição:
- Atender à Lei No 11.892 de 29 de dezembro de 2008, que criou os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia;
- Estabelecer parcerias com empresas e outras instituições de ensino e pesquisa;
- Também através da pesquisa aplicada, formar cidadãos críticos e com visão da realizade;
- Cumprir seu papel social como instituição pública de ensino, pesquisa e extensão.

 

Quais são as modalidades de Iniciação Científica do IFSP?

Voluntária PIVICT (MAIS DETALHES CLIQUE AQUI)
Esta modalidade refere-se à projetos de Iniciação Científica e/ou tecnológica sem pagamento de bolsa, com a possibilidade de certificação aos
participantes pelo IFSP, e aos projetos que contarem com recursos provenientes de agencias oficiais de fomento ou geridos por Fundaçao de Apoio ao IFSP.

Bolsa Institucional PIBIFSP: (MAIS DETALHES CLIQUE AQUI)
O recurso é oriundo do próprio IFSP. Os professores orientadores submetem seus projetos de pesquisa, em meados de novembro, para serem analisados por uma comissão de assessores formada pelos prórios docentes da instituição. Sendo aprovada, o orientador realiza, por conta, um processo seletivo dos candidatos. A duração da bolsa é de 9 meses. São enviados dois relatórios à PRP, um em julho e outro em dezembro no final do projeto. Esta modalidde pode atender a alunos tanto dos cursos técnicos quanto superiores.

Bolsas PIBITI e PIBIC do CNPq: (MAIS DETALHES CLIQUE AQUI)
O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação – PIBITI visa estimular estudantes do ensino superior ao desenvolvimento e transferência de novas tecnologias e processos de inovação. O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - PIBIC, é um programa voltado para o desenvolvimento do pensamento científico e iniciação à pesquisa de estudantes de graduação do ensino superior.
Nestas modalidades, o recurso é oriundo do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq (www.cnpq.br). Os projetos de pesquisa são submetidos para avaliação em meados de maio e, sendo aprovado pela comissão de assessores do IFSP, a sistemática de escolha do(s) alunos(s) fica por conta do professor-orientador que, obrigatoriamente, deve ter título de doutor. Nesta modalidade, a duração da bolsa é de 12 meses. Esta modalidade pode atender alunos de cursos superiores.

Bolsa PIBIC-EM: (MAIS DETALHES CLIQUE AQUI)
O PIBIC-EM é um programa que visa fortalecer o processo de disseminação das informações e conhecimentos científicos e tecnológicos básicos, bem como desenvolver as atitudes, habilidades e valores necessários à educação cientifica e tecnológica dos estudantes do Ensino Médio.
O recurso é oriundo do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq (www.cnpq.br).Os projetos de pesquisa são submetidos para avaliação em meados de maio e, sendo aprovado pela comissão de assessores do IFSP, a sistemática de escolha do(s) alunos(s) fica por conta do professor-orientador. Nesta modalidade, a duração da bolsa é de 12 meses.

 

 

projetosICDownload

PROJETOS DE INICIACÃO CIENTÍFICA CÂMPUS SERTÃOZINHO

 

 

face 

  Fique sabendo de todos os acontecimentos

relacionados à pesquisa pelo Facebook

   

 

 

 

 

 

 
Joomla SEO powered by JoomSEF

E-Tec Brasil Cadastro de Ex-Alunos
Siape Periodicos

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - Campus Sertãozinho


Rua Américo Ambrósio, 269 - Jd. Canaã - Sertãozinho - SP - Brasil - Cep: 14169-263
Fale Conosco


Desenvolvido por Equipe